expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Recomendações para o Rastreio Auditivo Neonatal Universal (RANU)





A incidência de perda auditiva bilateral significativa é estimada em 1 a 3 por 1000 recém-nascidos saudáveis e em 20 a 40 por 1000 recém-nascidos de risco, sendo assim muito superior à de outras patologias que são alvo de rastreio precoce sistemático. Por outro lado existe evidência clínica de que a intervenção precoce influencia decisivamente o prognóstico do desenvolvimento linguístico, cognitivo e social da criança.
A perda auditiva pode ser adquirida após o nascimento, pelo que não se pode descurar a vigilância ao longo dos primeiros anos de vida, o que implica um esforço dos profissionais de saúde, educadores e da família para identificar estes casos.

Fonte:GRISI

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

PERSOL


UM NOVO OLHAR


LENTES CONTACTO - REGRAS


RAY BAN






VON ZIPPER

















ACADEMIA SÉNIOR DE TÁBUA


TRILHOS DO RALLY - ARGANIL


FEIRA MOCÁRABE LOUROSA - OLIVEIRA DO HOSPITAL


FICABEIRA EM ARGANIL


CINEMA EM TÁBUA


VERÃO TOTAL EM MÓRTAGUA


DESCONTOS DE VERÃO