expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 24 de maio de 2012

CURIOSIDADES ESTRANHAS



As borboletas provam com as patas.

O grito do pato não faz éco. Não se sabe porquê.

Em 10 minutos, um furacão produz mais energia do todas as armas nucleares juntas.

Em média, 100 pessoas morrem todos os anos asfixiadas com uma caneta.

Em geral as pessoas temem mais as aranhas do que a morte.

90 % dos taxistas novaiorquinos são imigrantes récem-chegado s.

35% das pessoas que utilisam agências de encontro já estão casados.

Os elefantes são os únicos animais que não podem saltar.

Só 1 pessoa em cada 2 bilhões vivem até aos 116 anos ou mais.

É possível fazer uma vaca subir escadas, mas é impossível fazê-la descer.

As mulheres piscam os olhos 2 vezes mais do que os homens.

É fisicamente impossível lamber o próprio cotovelo.

A biblioteca pricipal da universidade de Indiana enterra-se todos os anos de 1 polegada. Os arquitetos esqueceram-se de incluir o peso dos livros nos cálculos.

Um caracol pode dormir durante 3 anos.

Os teus olhos têm o mesmo tamanho que tinham quando nasceste, mas as tuas orelhas e o teu nariz não páram de crescer.

A cadeira eléctrica foi inventada por um dentista.

Todos os ursos polares são canhotos.

No egipto, os padres arrancavam todos os pelos do corpo, até as pestanas.

O olho de uma avestruz é maior do que o seu cérebro.

Um crocodilo não pode pôr a língua de fora.

O isqueiro foi inventado antes dos fósforos.




CURIOSIDADES

SABIA QUE :

* No ouvido interno existem 2 órgãos em a forma de saco que contêm um liquido que imite sinais para o cérebro. Quando viramos a cabeça entra sol nos nossos ouvidos e por isso o liquido transmite uma mensagem ao cérebro que nos faz saber o lado para que viramos a cabeça.

* Quando estamos no espaço nós ficamos diferentes. Os cristais dos ouvidos deixam de funcionar e não temos pontos de referenciam pois não estamos habituados a ver as coisas ao contrário.
* Quando os astronautas regressam sentem uma espécie de enjoo porque os cristais dos ouvidos ainda não estão adaptados à visão.

* Os olhos são bastante sensíveis, por ex. conseguem detecta grãos de pó.
* A vibração dos ouvidos é diferente consoante o sítio e a intensidade do som, ajudando a identificar o sítio de onde provem o som.
* A visão é a parte do cérebro que ocupa mais espaço, ocupando mais espaço do que todos os outros sentidos juntos.

* Um neurocirurgião está a tentar dar visão aos cegos. Fizeram uma experiência num peixe dourado e verificaram que se cortassem um membro da visão ao fim de um tempo o peixe volta a reconstruí lo conseguindo voltar a ver, por isso, o neurocirurgião está a tentar perceber como é que isso poderia acontecer também em nós.
Numa universidade estão a tentar ajudar os cegos a identificar as coisas através de sons. Os cegos conseguem distinguir objectos através do som identificando as linhas rectas das horizontais, no filme amostravam um exemplo de um cego a identificar através dos sons um edifício . Estam a tentar criar um aparelho que os cegos possam ter e através deste processo consigam identificar as diversas coisas substituindo a bengala e/ou o cão guia.
* As imagens podem ser identificadas no nosso cérebro individualmente ou em conjuntos.

OLHO




OUVIDO


A HISTÓRIA DOS ÓCULOS

Os óculos são dispositivos ópticos utilizados para a compensação de ametropias, e/ou protecção dos olhos, ou ainda por motivos estéticos, utilizados na parte superior da face, próximos aos olhos, mas sem entrar em contacto físico com estes, constituídos geralmente por duas lentes oftálmicas e uma armação.
Actualmente, quase todos os modelos de óculos são usados diante do rosto repousando sobre o nariz e orelhas.

HISTÓRIA

O Apóstolo dos Óculos por Conrad von Soest

Uma antiga referência histórica sobre a existência dos óculos remonta aos antigos egípcios no século 5 a.C., que retratam lentes de vidro sem grau.
As primeiras referências sobre a existência óculos bifocais datam de 500 a.C. e foram encontradas em textos do filósofo chinês Confúcio. Nessa época, eram apenas um adereço pessoal. As lentes eram de vidro, mas não tinham grau.[1]
Foram as experiências em óptica de Robert Grosseteste e seu discípulo Roger Bacon que levaram à invenção dos óculos modernos. Em 1284, as guildas de Veneza já os mencionavam e durante o século XIV o fabrico de óculos popularizou-se por toda a Europa. Nem sempre os óculos foram fabricados com a forma com que são conhecidos hoje em dia. No século XIX era possível encontrar com mais facilidade que hoje os monóculos (apenas uma lente oftálmica) e também, as lentes sem armação.
Em 1785 Benjamin Franklin inventou os primeiros óculos bifocais, com duas lentes a frente de cada olho unidas pela armação. Possibilitando enxergar de longe e de perto em um único acessório. [2


Armações de óculos

Enquanto que os primeiros óculos eram usados principalmente para auxílio da leitura, hoje em dia os óculos são mais do que simples próteses de correcção de deformidades visuais, sendo que, são agora um dos principais acessórios de moda das sociedades modernas.
Estima-se que, a cada dia que passa, centenas de novos modelos de armações de óculos são lançados no mercado em novas cores, designs e materiais.
Nos anos 20, após a Primeira Guerra Mundial, a indústria de aviões, que primava pela construção de aeronaves modernas e capazes de alcançar altitudes impressionantes para a época, crescia de forma constante. Os pilotos eram prejudicados pela claridade excessiva do sol sobre as nuvens e sofriam distorções visuais.
A força aérea dos Estados Unidos encomendou a Baush & Lomb (empresa óptica americana fundada em 1849), lentes especiais para combater os danos criados pelos raios UV. Foram cerca de dez anos de pesquisas, mas finalmente foram criadas as lentes verdes de cristal especial capaz de reflectir e bloquear um alto nível de luz solar, além de proteger contra os raios ultravioletas e infravermelhos.
O design foi inspirado nas primeiras máscaras criadas para pilotos de avião. Foi baptizado como Anti - Glare Aviator e somente em 1937 passou a ser chamado de Ray Ban (do inglês Ray-Banner ou Raios Banidos), ganhou armação dourada e as ruas do mundo inteiro. Mas foi através do cinema que o Ray Ban obteve grande sucesso. Carregado de estilo, traz uma sensação de liberdade, independência e audácia. Desde 1999, a marca pertence à empresa italiana Luxottica Group Spa. Além do modelo Aviator, o Wayfarers também atingiu grande sucesso, graças a eterna boneca de luxo, Audrey Hepburn.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Borda d'Agua 2012

HOJE É O DIA DA ESPIGA

JÁ APANHOU O SEU RAMO HOJE??





 A Quinta-feira da Ascensão é uma festa religiosa católica. Há locais onde é mesmo um dia feriado.
Celebra a ascensão de Jesus ao Céu, depois de ter sido crucificado e de ter ressuscitado (A Ressurreição é o que a Páscoa celebra).

A história é esta:
Quarenta dias depois da Ressurreição, Jesus apareceu pela última vez aos seus discípulos, em Jerusalém, e levou-os ao Monte das Oliveiras.
Depois de lhes ter renovado a promessa do Espírito Santo, ergueu as mãos ao céu e abençoou-os. Nesse instante começou a elevar-se no ar e não tardou que uma nuvem o escondesse dos olhos deles. Como estes continuaram a olhar o céu, apareceram-lhes dois anjos a anunciar que Jesus voltaria do mesmo modo que o viram subir.
Então os discípulos deixaram o Monte das Oliveiras e regressaram a Jerusalém


  • Este dia (a Ascensão) ocorre cerca de quarenta dias depois da Páscoa, e é sempre a uma quinta-feira.

  • E, também, sempre nessa data, celebra-se o Dia da Espiga ou Quinta-feira da Espiga.

  • Tradicionalmente, de manhã cedo, rapazes e raparigas vão para o campo apanhar a espiga e outras flores campestres.
    Com elas, formam um ramo com: espigas de trigo, folhagem de oliveira, malmequeres e papoilas. O ramo pode também incluir centeio, cevada, aveia, margaridas, pampilhos, etc.

    Cada elemento simboliza um desejo:
       - A espiga = que haja pão (isto é, que nunca falte comida, que haja abundância em cada lar)
      - O ramo de folhas de oliveira = que haja paz (lembra-te que a pomba da paz traz no bico um ramo de oliveira) e que nunca falte a luz (divina). (Dantes as pessoas alumiavam-se com lamparinas de azeite, e o azeite faz-se com as azeitonas, que são o fruto da oliveira.)
      - Flores (malmequeres, papoilas, etc.) = que haja alegria (simbolizada pela cor das flores - o malmequer ainda «traz» ouro e prata, a papoila «traz» amor e vida e o alecrim «traz» saúde e força)

      O ramo é guardado ao longo de um ano, até ao Dia de Espiga do ano seguinte, pendurado algures dentro de casa.

    • Acredita-se que este costume, que surge mais no centro e sul de Portugal, nasceu de um antigo ritual cristão, que era uma bênção aos primeiros frutos.

    • No entanto, por ter tanta ligação com a Natureza, pensa-se que vem bem mais de trás no tempo, talvez de antigas tradições pagãs associadas às festas da deusa Flora que aconteciam por esta altura e às quais se mantém ligada à tradição dos Maios e das Maias.

    • Hoje em dia, nas grandes cidades, as pessoas já não vão colher o Ramo da Espiga (nem há onde...), mas há quem os venda, tendo-os colhido e atado, fazendo negócio com a tradição... E ajudando a preservá-la.

    quarta-feira, 16 de maio de 2012

    VOTE na PRAIA FLUVIAL DE LORIGA

    A praia fluvial de Loriga assenta sobre um antigo glaciar extinto aquando do último degelo há 10 a 15 mil anos. É a única praia glaciar - e totalmente verde - a concurso nas 7 Maravilhas Praias de Portugal.




    VOTE na PRAIA FLUVIAL DE LORIGA
    Por telefone* 760207703
    Por Internet
    www.7maravilhas.pt
    Por Facebook www.facebook.com/7maravilhas

    *(valor chamada: €0,60 + iva)


    Hm Centro Óptico

    Peddy-Paper em Tábua

    IV Feira Medieval de Arganil

    Programa da IV Feira Medieval de Arganil



    Subordinada ao tema “Entre os Atoleiros e Aljubarrota” a IV Feira Medieval de Arganil relata a passagem de D. Nuno Álvares Pereira por Arganil, no decorrer da crise dinástica de 1383/85, procurando o recrutamento de Arganilenses, após ter notado o desempenho de uma milícia local na Batalha dos Atoleiros.
    Deste modo, a companhia de teatro “Viv’Arte” iniciará os seus trabalhos na manhã do dia 17 de Maio, com a montagem de toda a infraestrutura para o evento. Ainda neste dia, no período da tarde haverá formação de dança, arco e besta e à noite, um convívio musical entre artesãos, mercadores, músicos e a população.

    No dia 18 de Maio, a Feira Medieval terá o seguinte programa:

    11h00 – Auto de abertura do mercado e arraial com cortejo pelas ruas do burgo
    12h00 – Visita do meirinho e almotacem às tendas dos mercadores para verificação dos pesos e das medidas da vara, do côvado e do palmo, fazendo-se acompanhar pela milícia de homens de armas de Arganil
    13h00 – Comeres e beberes com sabores de antanho nas tabernas e locandas do mercado
    14h00 - Entrada de Nuno Álvares Pereira com cartas do Mestre de Aviz, regedor e defensor do reino para aparelhar a carriagem da Hoste; a milícia de homens de armas, pelo denodo e bravura com que combateram nos Atoleiros ao lado de D. Nuno Álvares Pereira
    15h00 – Torneio de armas – Juízo de Deus: vassalos de D. Beatriz versus defensores do Mestre; Assalto castelhano com foragidos da Batalha de Trancoso e rechaçamento dos invasores por D. Nuno, resgatando-se as freiras que estavam como reféns.
    16h00 – Teatralização da lenda moura da Candosa com danças moçárabes e a arte do encantador de serpentes
    17h00 – Anúncio do recrutamento de moços para a batalha de Aljubarrota; seu adestramento e treino para as lides da guerra.
    18h00 – Novas das Cortes de Coimbra em que o Mestre de Aviz é aclamado Rei D. João, Regedor e Defensor do Reino por nomeação do povo de Lisboa é aclamado Rei nas cortes de Coimbra pelos três Estados (Clerezia, fidalguia e plebe)
    19h00 – Comeres saborosos e beberes sequiosos nas tabernas do mercado
    20h00 - Carta de alforria aos mouros conversos e criação do Conto de Besteiros de Arganil com os homens bons fiéis ao Mestre
    21h00 – Anúncio da iminente chegada dos castelhanos com o Rei à frente para virem batalhar os portugueses; toque a rebate e convocação da milícia, seu adubamento e juramento de armas em preito de vassalagem para com D. João I de Portugal
    22h00 – Espectáculo de malabares de fogo sobre a lenda da origem de Arganil
    23h00 – Bailias e folguedos com cantigas à desgarrada
    24h00 – Lavagem das candeias e almotolias e encerramento dos festejos

    Rastreios para despistar cancro da cabeça e pescoço


    Dia Aberto convida a despiste do cancro da cabeça e pescoço
    Oito Hospitais organizam hoje o “Dia Aberto” e, até às 14h00, especialistas fazem um diagnóstico gratuito para despiste do Cancro de Cabeça e Pescoço.
    A iniciativa é promovida pelo Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça ePescoço (GECCP), isto porque, de acordo com o Presidente, «o cancro da cabeça e pescoço mata 3 portugueses por dia, sendo 85% das vítimas fumadores ou ex-fumadores. Todos os anos detectamos cerca de 1.800 novos casos».
    Centros que vão participar no “Dia Aberto”:

    IPO Porto
    IPO Coimbra
    IPO Lisboa
    Hospital Geral de Santo António
    Hospital de Loures
    Hospital do Espírito Santo, Évora
    Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada
    Hospitais Universitários de Coimbra


    Fonte : http://www.destak.pt/artigo/128219-rastreios-para-despistar-cancro-da-cabeca-e-pescoco

    RAY BAN







    segunda-feira, 14 de maio de 2012

    IV Feira Medieval de Arganil

    O Município de Arganil em parceria com o Agrupamento de Escolas de Arganil vai organizar a IV Feira Medieval, que decorrerá no próximo dia 18 de Maio de 2012, na Praça Simões Dias e ruas adjacentes.


    Subordinadas ao tema “Entre os Atoleiros e Aljubarrota” serão realizadas duas sessões teatrais: uma das 11h00 às 17h00 que procurará um maior intercâmbio por parte da comunidade escolar do Concelho de Arganil e uma das 19h00 às 24h00, mais dirigida à população em geral.
    Protagonizada pela companhia de teatro “ViV’Arte”, esta peça relata a passagem de D. Nuno Álvares Pereira por Arganil no regresso da Batalha de Trancoso, no decorrer da crise dinástica de 1383/85, procurando o recrutamento de Arganilenses; após ter notado o desempenho de uma milícia local na Batalha dos Atoleiros. O povo sai à rua e festeja os soldados. Prontamente se armam tendas e se monta um arraial. Acorrem os trovadores e os mesteirais e, a mando do Alcaide, faz-se festa por dois dias.
    Nesta edição da Feira Medieval de Arganil participará também um grupo de alunos do Agrupamento de Escolas de Fronteira; Município em cujo território, em 1384, teve lugar a Batalha dos Atoleiros.

    quarta-feira, 9 de maio de 2012

    Siemens propõe camiões elétricos em estradas elétricas


    A Siemens apresentou ontem, em Los Angeles, o conceito "eHighway of the Future", um projeto que consiste na eletrificação de algumas vias de autoestrada e criação de camiões movidos a eletricidade.

    O conceito, que já está a ser testado na Alemanha, é semelhante ao que preside à circulação dos elétricos modernos que atualmente circulam em muitas cidades, tendo sido adaptado à circulação de veículos pesados, explica a empresa, que está a desenvolver toda a tecnologia necessária à concretização do projeto -incluindo infraestruturas, software, hardware e drives.

    O objetivo é criar uma alternativa amiga do ambiente, sustentável e eficiente para o transporte de mercadorias, afirmam os responsáveis, no comunicado que acompanhou a apresentação do conceito no26º Simpósio Anual de Veículos Elétricos.

    De acordo com a Siemens, esta alternativa apresenta-se como de integração simples nas estradas e infraestruturas já existentes e permitiria reduzir as emissões de CO2, a utilização de combustíveis fósseis e diminuis a poluição provocada nas zonas residenciais e agrícolas - pelas quais os camiões de transporte de mercadorias são os principais responsáveis.

    "O transporte de carga nas estradas dos EUA deve duplicar até 2050, enquanto os recursos globais de petróleo continuarão a esgotar-se", lê-se na nota aos meios, juntamente com a qual é disponibilizado o vídeo de apresentação do projeto, que partilhamos abaixo.




    Aplicação da Vodafone "encontra" telemóveis perdidos



    Chama-se Vodafone Protect e ajuda a localizar e bloquear telemóveis, perdidos ou roubados, remotamente, a partir de um PC. O novo serviço da Vodafone permite ainda limpar os conteúdos pessoais do telefone.

    Gratuito, o serviço foi desenvolvido em parceria com a McAfee e está disponível para smartphones Android e BlackBerry através de uma aplicação.

    Para aderirem ao mesmo, os clientes da Vodafone terão de fazer o download da aplicação através do envio de um SMS gratuito para o número 12345 com o texto 'PROTECT'.

    A partir do momento em que a aplicação é instalada, os utilizadores podem aceder ao endereço
    https://protect.vodafone.pt através de um computador e visualizar a informação sobre o local onde se encontra o seu telemóvel.

    "Pode ainda bloqueá-lo para que terceiros não o possam usar, fazer soar um alarme, no caso de achar que o telemóvel perdido está próximo, e limpar o conteúdo pessoal (SMS, fotos, vídeos, etc.) para proteger a sua privacidade", refere a operadora num comunicado enviado à imprensa, ressalvando que todas as funcionalidades são gratuitas.
    fonte:http://tek.sapo.pt/noticias/telecomunicacoes/aplicacao_da_vodafone_encontra_telemoveis_per_1241881.html

    Anunciadas as frases que vão "colorir" os autocarros das seleções


     A frase portuguesa é: «Aqui batem 10 milhões de corações» ou na versão inglesa:
    «Here beat 10 million hearts».



    A marca de carros Hyundai anunciou ontem os vencedores do concurso “Be There With Hyundai”, para escolher as frases que irão decorar os autocarros das 16 seleções presentes no Europeu de futebol de 2012.

    Os "slogans" irão estar na língua original e em inglês durante o torneio, que se realiza na Polónia e Ucrânia, de 8 de junho a 1 de julho.

    Os vencedores receberão também a viagem, o alojamento, uma entrada, comida e excursões para um jogo dos quartos de final.

    fonte :http://desporto.sapo.pt/euro2012/artigo/2012/05/08/anunciadas_as_frases_que_v_o_co.html